tarsila do amaral sono 1928

Comentários

paulina disse…
Procuro uma descrição do significado do quadro "o sono" de Tarsila do Amaral. Gostaria de entender o que a artista quiz expressar.
Josi Yume disse…
pesquisando na internet encontrei isso aki, espero que ajude:

"Cara Colega,
Numa leitura de obra de arte é imprescindível saber um pouco sobre o artista e o período em que a obra foi produzida. Neste caso, O Sono, 1928 – Tarsila do Amaral. Tarsila estudou na Europa nesta década, e foi extremamente influenciada pelo cubismo e surrealismo, movimentos proeminentes da época. Um importante nome ao estilo de Tarsila, sem dúvida é: Fernand Leger.
O Sono
Um coqueiro estilizado no alto, do lado esquerdo, é o ponto áureo do quadro. Ele nos guiará a um passeio em espiral até o vazio de um lago em manchas lilases em pincelados sonolentas. Todavia, o que nos leva a crer na existência de um lago é um arco tensionado nos limites do quadro. Daí vê-se, suspenso estranhamente sobre este lago, elementos orgânicos sem muita definição. Uma espécie de arvore destorcida, como numa alucinação, se repete infinitamente até sangrarem o quadro. Os elementos suspensos são a prova de uma não-realidade, elementos vindos de um mundo onírico. As árvores destorcidas, pintadas em um tom de bege desfalecido, saltam do quadro como se não pertencessem a ele. Faz-nos lembrar a obra homônima de Salvador Dalí, em que um rosto bege está suspenso, como um lençol, por varas num varal do quintal do inconsciente. A semelhança entre Tarsila e Dalí, no que tocante aos aspectos formais é incrível. Seria uma bela re-leitura antropofágica da obra de Dalí caso ela não tivesse sido pintada décadas depois de Tarsila.
Abraços!"