credo

Acredito na altíssima origem dos reis.

Acredito na encarnação dos augúrios.

E no voo e no pasto dos auspícios.

Acredito no pressentimento dos cães

E nas pessoas cozidas depois de mortas.

Acredito na ritualização das leis.

Acredito na sagração da nobreza.

Acredito nos homens sentados num altar.

Enviar um comentário