arte e farsa

Um artista cearense, combinado com uma instituição prestigiada no meio artístico local, inventou um artista japonês e uma sua exposição. A imprensa foi repetindo os 'press-release' enviados por uma eventual assessora de imprensa, criou um facto, comentou-o, sem sequer verificar o nome na Internet. Claro, desfeita a farsa, dada como obra do artista, a imprensa ficou muito zangada. Os comentários que li oscilam entre compreender realmente a obra ou condenar simplesmente a imprensa. Para acompanhar o interessante caso do artista cearense Yuri Firmeza consultem o 'blog' de Tassos Lycurgo, Estética Filosófica. O endereço é: http://www.esteticafilosofica.blogspot.com/

Comentários